Vela de cera de coco

Extremamente clara, sem cheiro e de excelente queima, a cera de coco é um dos melhores produtos para produzir velas vegetais e não poluentes. Ela tem muitas das características da cera de abelha e da cera de palma, sua composição é 100% de origem natural, livre de óxido de etileno, não emite gases tóxicos e é biodegradável, além de ter um suave cheiro de coco.

A sua única desvantagem, fica no preço, já que em comparação com a cera de soja, a cera de coco chega a ser 5 vezes mais cara.

Materiais:

– Cera de coco, aqui,
– Cera de palma, aquiaqui,
– Essência de base oleosa, (para cada 500g de cera derretida, use 20ml (para essências fortes) e 40ml (para essências suaves)),
– Pavio,
– Casca de coco, aqui e aqui, ou copos de vidro.

Instruções:

– Use o próprio coco como medidor, para isso, basta enche-lo cerca de 3/4 com as ceras raladas ou granuladas, (use metade de cada uma das ceras),
– Despeje as ceras na panela e leve-a ao fogo em banho-Maria,
– Assim que derreter completamente, adicione a essência, (lembre-se de só adicionar a essência com a cera morna, se ela estiver muito quente, uma parte da fragrância irá evaporar, diminuindo a potência do perfume),
– Misture com muito cuidado e delicadamente, para evitar criar bolhas de ar dentro da vela,
– Pingue algumas gotas da cera derretida no fundo do coco e grude o pavio,
– Em seguida, despeje o restante da cera,
– Deixe a vela endurecer em temperatura ambiente sem mexer o coco de lugar,
– Quando a vela estiver completamente endurecida, corte o excesso do pavio.

Dicas:

  • Acrescentar 50% de cera de coco e 50% de cera de palma oferecerá um acabamento mais liso, brilhante e consistente à vela.
  • A cera de coco tem ponto de fusão à 35°C e a de palma à 57°C.
  • Essas ceras não são hidrossolúveis, ou seja, não podem ser misturadas com água.
  • É importante usar essência oleosa, pois só ela se misturará perfeitamente, nunca use essência aquosa ou alcoólica.
  • Misturar 1/3 de gordura/óleo de coco com 2/3 de cera de coco, dará mais fixação para a essência, porém só serve para velas que não serão desmoldadas.
  • Quanto mais óleo for usado em proporção com a cera de coco, mais forte ficará a essência, porém mais rápido o pavio irá queimar, e o desempenho da vela será menor.
  • As ceras de coco e palma só podem ser usadas para produzir velas em recipientes, se desejar velas moldadas, use então 50% de parafina na proporção, do contrário, ela se desmanchará quando acesa.
  • Misturar cera de soja à cera de coco, formará uma vela mais “sólida”.
  • Cada cera contém hidrocarbonetos diferentes, uns mais inflamáveis e outros menos, isso determina não só a qualidade da vela como também sua duração.
  • Quanto à validade: Tanto a cera de coco como a cera de palma em condições normais tem sua validade em cerca de 18 à 24 meses, porém, este tempo vai depender de acordo com as misturas e outros ingredientes misturados à elas, como por exemplo; essências, corantes e outros. Todos os nutrientes/fragrâncias podem ser perdidos com o tempo se as ceras não forem armazenados adequadamente e podem se tornar rançosas.

Ps.: Suas dúvidas podem ser semelhantes ou iguais a de outros leitores, então por favor, verifique se a mesma já foi respondida em algum dos comentários abaixo. Caso sua dúvida não esteja aqui, por favor, deixe um comentário.
Se você tem uma ou mais questões sobre velas, ceras ecológicas e essências, por favor, leia também este post e os demais da série sobre velas e ceras ecológicas.

Fotografia: Bine Güllich do Was Eigenes

51 thoughts on “Vela de cera de coco

      1. Oi Carla, tudo bem?
        Adorei suas dicas e toda atenção que você da em tirar as dúvidas.
        Eu tenho feito velas com cera de soja e manteiga de Cupuaçu.
        Coloco a essência entre 40 e 50 graus, mas ela não exala perfume. Não sei se a manteiga de Cupuaçu mascara a essência.
        Vou tentar com a cera de coco e a de palma, juntamente com o óleo de damasco.
        Vi que vc respondeu a uma pessoa que o melhor seria melhor colocar a cera de palma em maior quantidade do que a de coco por causa do derretimento. Mas para fazer 500 gramas de vela, qto seria da cera de palma e qto da de côco?
        E quantas gotas de óleo de damasco? Me ajuda! Grata!

        1. Oi Fátima, desculpa demorar tanto para responder.
          Eu nunca usei manteiga de Cupuaçu e não sei dizer como ela reage e se ela atrapalha na fragrância. O ideal é usar de 40 á 60ml de essência para cada 500g de cera.
          Você fará velas desmoldadas ou em recipiente? A quantidade e proporção depende disso.

          1. Olá, muitíssimo obrigado por retornar.
            Eu só faço em recipiente.
            No caso, o óleo de damasco seria qual a quantidade?
            Pq ele pelo que li segura o cheirinho da essência.
            Então, para essa quantidade de 500 grs de cera com 60 ml de essência, a quantidade do oleo de damasco é que não saberia qto colocar.
            Muito, mas muito grata por me ajudar!
            Um grande beijo!

          2. Como você faz velas moldadas, então você pode usar 1/3 do peso da sua cera em óleo de damasco. Ou seja; para cada 500g de cera, usar 166g de óleo. Mas lembre-se, este deve ser o total de gordura/óleo usado na sua mistura para confecção das velas. Mais do que isso, pode deixar a vela muito mole e com uma queima desequilibrada. Já que cada mistura e ceras tem um ponto de fusão diferente um dos outros.

            Espero ter te ajudado, beijos :)

        2. Oi Carla
          Tudo bem?
          Tive problema com meu outro e-mail.
          Talvez vc tenha me respondido mas não estou conseguindo ter acesso.
          Fiz outro para seguir em frente..,vida que segue.
          Então, a minha dúvida é qto usar de óleo de damasco na cera de coco e palma juntas.
          Pode ser com 500 gramas, Pode ser com 200 gramas.
          O que vc me indicaria?
          Grata sempre!
          Bjsss

          1. Oi Fátima, tudo ótimo e com você?
            (Desejo sorte com o e-mail novo…hehe),

            Como você faz velas moldadas, então você pode usar 1/3 do peso da sua cera em óleo de damasco. Ou seja; para cada 500g de cera, usar 166g de óleo. Mas lembre-se, este deve ser o total de gordura/óleo usado na sua mistura para confecção das velas. Mais do que isso, pode deixar a vela muito mole e com uma queima desequilibrada. Já que cada mistura e ceras tem um ponto de fusão diferente um dos outros.

            Quanto mais óleo for usado em proporção com a cera, mais “forte” ficará a essência, porém mais rápido o pavio irá queimar, e o desempenho da vela será menor

            Espero ter te ajudado, beijos :)

    1. Olá Stella,

      Você pode usar sim 50% de cada uma, mas tudo dependerá do acabamento que você quiser, para velas desmoldadas, o ideal seria usar parafina, pois é mais “dura” que a cera de soja, porém, muitas das ceras de soja Brasileiras não são puras e já tem parafina na composição. Ou seja, você terá que descobrir a proporção da sua cera antes de usar. Mas faça um teste: Use 50% de cada, deixe esfriar, desmolde, acenda e fique de olho para ver como a cera se comporta acesa.

      Beijos :)

  1. Olá!
    Amei seu post. Estava a procura de receita para fazer vela com cera de coco e palma.
    Você disse que a cera de coco e a cera de palma tem pontos de fusão diferentes. O que isso significa quando estiver fazendo a vela?
    O que seria a gordura de coco (seria o óleo de coco)?

    1. Oi Flávia,

      Obrigada, fico muito feliz que tenha gostado. :)

      O ponto de fusão designa a temperatura a qual uma substância passa do estado sólido ao estado líquido.

      1 – Quando você for fazer a vela, terá que derreter a cera, certo? Então, ela precisará estar completamente em estado líquido para poder ser misturada aos outros ingredientes como; essências, corantes, outros tipos de ceras, etc.

      2 – Na hora de acender a vela já pronta e confeccionada por você, há de se lembrar que cada uma das ceras que você usou tem um ponto de fusão diferentes, porém, quando elas forem combinadas, “ganharão” um novo ponto de fusão, quase como um híbrido entre 35°C à 57°C, e a temperatura irá depender do quanto em proporção que você usará para fazer a vela. Você irá observar que velas feitas com mais cera de coco e menos cera de palma tendem a derreter muito mais rápido do que velas com mais cera de palma e menos cera de coco.

      A gordura de coco é sim o óleo de coco, só que algumas marcas vendem o gordura bem sólida, já outras vendem uma gordura bem líquida. (Isso também varia dependendo da temperatura do dia). O ideal é usar somente as gorduras que contém cerca de 90% de ácidos graxos extraídos mediante prensagem da polpa do coco.

      1. Carla, muito obrigada pela rápida resposta.
        Você indica algum curso on-line ou presencial para uma pessoa que quer conhecer mais dessa aérea de vela de cera vegetal? A cera de soja 100% é impossível comprar no Brasil ou somente no exterior?

        1. Imagina, Flávia. :)

          Eu não poderia indicar nenhum curso, me desculpe.

          Nunca vi nenhuma cera de soja Brasileira que fosse 100% soja. Você teria que comprar a importada. Do Ebay: https://goo.gl/Vsq7Jc é bem barata, mas o frete não é.

          O que você poderia fazer, é usar outros tipos de ceras, como: Carnaúba ou de abelha, só que ambas, são bem amareladas e possuem cheiro forte, então se for confeccionar velas perfumadas, tem que lembrar disso.
          Dica: A cera de carnaúba é muito dura e tem um ponto de fusão muito maior que as outras ceras (78 graus Celsius), ou seja, usar só um pouquinho dela tem quase o mesmo efeito que misturar parafina nas ceras vegetais. https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1014224735-cera-de-carnauba-tipo-1-pura-em-escamas-1-kg-_JM?matt_tool=86155663&matt_word&gclid=Cj0KCQiAuefvBRDXARIsAFEOQ9Fms2pv0uoia8dUwKscNneV0EbMnINGEqTa3rmfdwU6FL8O6Q6IsPwaAnviEALw_wcB&quantity=1

      1. Oi Flavia,

        A quantidade dependerá da concentração da essência. Quanto mais concentrado o produto, menor o número de gotas, mas geralmente para cada 500g de cera derretida, eu uso 20ml (para essências fortes) e 40ml (para essências suaves).
        Mas é importante só adicionar a essência quando a cera estiver morna, se você acrescentar com ela muito quente, pode acontecer da fragrância ficar muito fraca, o perfume vai evaporar e perderá sua propriedade.

        Espero ter te ajudado. :)

  2. Oioi! Novamente pra dizer que estou amando seu site.
    A essência para vela precisa ser essência específica de vela ou essência de base oleosa (como comentou) serve tb? Quero fazer velas que possa vender como vela 100% vegetal.
    Essência específica para vela não estou achando muitas opções.

  3. Oi Carla, boa noite!
    Eu vi uma “receita” de vela vegetal com cera de coco, palma e óleo de damasco.
    Pra que serve o óleo de Damasco na vela? Tem sugestão de quantidade para testar junto com as duas ceras (coco e palma)?

    1. Oi Flávia,

      O óleo de damasco serve para fixar e dar mais “poder” para a essência. Mas eu nunca usei. (Acredito que ele também ajude a dar um acabamento mais liso e sem imperfeições). Só não esqueça que quanto mais óleo for usado em proporção com a cera, mais forte ficará a essência, porém mais rápido o pavio irá queimar, e o desempenho da vela será menor.

      Acredito que a quantidade para uso deva seguir a mesma em proporção respectiva: Coco + Palma + Damasco = 45% + 45% + 10% ou 50% + 40% + 10% ou 40% + 50% + 10%.
      Sendo o óleo de damasco sempre o menos usado. E só podem ser usadas para produzir velas em recipientes. Do contrário, ela se desmanchará quando acesa. (A menos que use no mínimo 50% de parafina, neste caso, poderá fazer velas desmoldadas).

          1. Pode deixar. Estou adquirindo o material e vou fazer o teste.
            Gostaria muito de entrar nesse ramo de vela de cera vegetal então estou torcendo para que dê certo.
            Essa mistura de palma, coco e damasco é utilizada por uma marca nacional e também li que a Voluspa usa esse mix.
            Volto para te contar.
            Muitoooo obrigada por sempre responder.

  4. Oi Carla!

    Estou me planejando para entrar no ramo das velas artesanais (no vidro) e gostei muito do seu blog, achei bem informativo e me interessei bastante pela cera de coco. Pesquisando, encontrei uma cera que é mistura de coco, palma e arroz, o que você acha dessa mistura?
    Pensei na possibilidade de misturar essa cera com ácido esteárico, talvez 1/3 ou 1/4.
    Essa cera em questão, poderia ser misturada com óleo de damasco?

    Muito obrigada!

    1. Oi Débora, obrigada :), fico feliz que tenha gostado.

      A cera de arroz é geralmente usada para substituir a cera de carnaúba, pois é bem dura, tem ponto de fusão alto, (de 77 á 85°C) e não tem tanto odor. Mas eu nunca usei para velas. Então na prática não posso te afirmar nada. O que eu sei, é que tanto a cera de arroz quanto a cera de carnaúba são comumente usadas em cosméticos, polimentos e comidas. Elas são super naturais e vegetais, então não emitem gases tóxicos durante a queima, mas você precisa se certificar que o seu fornecedor te envie uma cera 100% vegetal, (muitos deles misturam parafina no meio das ceras para baratear e render mais).
      Outro ponto positivo da cera de arroz, é que ela é muito mais barata que a cera de coco. Eu acredito que esta mistura que você encontrou, de coco, palma e arroz, seja uma boa opção, mas veja as proporções respectivas, pois, apesar das ceras de coco e palma serem bem mais moles, se elas estiverem em menor quantidade, você terá uma vela muito dura, precisando compensar na quantidade de óleos essenciais, (caso use, como comentou do damasco), e do pavio.

      Já sobre o ácido esteárico, que é a estearina, o seguinte: Ele é obtido do sebo de alguns animais e também por
      hidrogenação do óleo de algodão ou outros óleos vegetais, (sendo muito mais comum, a sua produção a partir dos animais), então se você quiser fazer uma vela eco friendly é melhor não usá-lo. A menos que você tenha certeza que seu fornecedor lhe entregue um produto totalmente vegetal. Mesmo assim, ele serve apenas para deixar a vela mais sólida e brilhante, no seu caso, eu não vejo necessidade em usar, afinal, suas velas não serão desmoldadas. Caso ainda assim, queira usar, você deve seguir uma proporção de 5% de estearina para 95% de cera. Logo, se usar estearina, seu óleo de damasco vai servir somente para fixar a essência, e não terá outra função além disso, (o óleo de damasco é cheio de propriedades, uma delas é ter poder relaxante, mas durante a queima da vela isso só funciona se a queima for em temperatura baixa ou menor que 60°C). O que eu sugiro mesmo, é que você faça vários testes, em proporções diferentes, anote tudo e compare. Inclusive, acenda suas velas e marque o tempo de duração da queima, verso a liberação do perfume. Me conte depois suas considerações.

      Boa sorte no seu novo ofício! E se precisar volte aqui :)

  5. Olá Carla.

    Adorei o seu site, parabéns!
    Estou iniciando no ramo da confecção de velas e inicialmente usava apenas a cera de coco T-02 (Composição: cera de coco, palma e arroz), mas devido à situação que estamos vivendo, está muito difícil achar. Então achei com mais facilidade a cera de palma. Neste artigo você indicou usar a cera de coco juntamente com a de palma, minha dúvida é: eu posso fazer velas aromáticas no vidro apenas com a de palma?
    Fiz uma de teste e ela é bem dura e irregular, o que posso fazer para melhorar a aparência da cera?
    Desde já, muuito obrigada!
    Beijos

    1. Oi Manoella,

      Obrigada, fico muito feliz que tenha gostado :).

      Você pode sim fazer uma vela somente com cera de palma, mas ela ficará bem dura. Eu sugiro que você use 1/3 ou 1/4 de gordura/óleo de coco, de cacau, damasco ou qualquer outro óleo vegetal junto com a sua cera. Vá testando as proporções.
      Como você faz velas moldadas, então você pode usar 1/3 do peso da sua cera em óleo de damasco. Ou seja; para cada 500g de cera, usar 166g de óleo. Mas lembre-se, este deve ser o total de gordura/óleo usado na sua mistura para confecção das velas. Mais do que isso, pode deixar a vela muito mole e com uma queima desequilibrada. Já que cada mistura e ceras tem um ponto de fusão diferente um dos outros. (Não esqueça que a essência também é oleosa).

      Para uma vela ser menos dura e consequentemente diminuir o seu ponto de fusão é preciso usar algum tipo de óleo/gordura.
      A cera de coco tem ponto de fusão à 35°C e a de palma à 57°C. Ou seja, elas derretem quando atingem essa temperatura e começam a amolecer um pouco antes disso.

      Quanto a irregularidade que você comentou, eu não sei responder. É que tipo de irregularidade? Na coloração? Pois se são velas no vidro e que não são desmoldadas, então não deveria ter ficado irregular.

      Espero ter te ajudado. Beijos :)

      1. Oi Carla,

        Muito obrigada pelo seu retorno. Uso o óleo de coco também, acredito que tenha que acertar na proporção para ficar uma vela bonita e sem irregularidades.

        Obrigada mais uma vez.
        =)

  6. Boa tarde Carla, obrigado pelas dicas!
    Tenho uma duvida, estou produzindo velas de cera de palma, 80% cera de palma e 20% gordura vegetal, e ela está ficando muito dura, quase esfarelando, essa mesma mistura com a soja não ficava assim, será que se usar somente a palma sem gordura dá certo?
    O aspecto que fica(dentro do vidro) não é liso, é opaco e esfarelando.
    O que posso estar errando?

    Obrigada!

    1. Oi Bianca, :)

      Sua vela está ficando muito oleosa ao toque? Não era pra ela ficar tão dura assim com essa adição de gordura que você fez. Tente diminuir a temperatura do derretimento. Ela tem ponto de fusão entre: 57-59°C.
      Você está usando que gordura vegetal? Tente óleo de coco, damasco ou manteiga de cacau. Você pode testar também usar 5% de estearina, mas ela muitas vezes não é eco friendly.
      Outro ponto; sua cera de palma é 100% palma? Alguns fornecedores misturam com parafina para baratear o produto. (Não dá para confiar).
      Tem alguma coisa errada mesmo nessa sua cera, mas esse esfarelado pode ser por causa da gordura que você usou. Talvez os seus produtos não tenham se misturado corretamente.

      Me conte seus novos resultados. :)

  7. Carla, para fazer as velas desmoldadas basta adicionar a parafina à cera de coco ou precisa adicionar algo mais??

    1. Basta adicionar a parafina. Mas ela precisa estar em maior quantidade em relação a cera de coco, já que a cera de coco é bem mole e tem ponto de fusão baixo. Você pode adicionar também 5% de estearina juntamente a parafina. Ela “endurece” mais a vela e ajuda na hora de desinformar.

  8. Oi Carla!!! Muito obrigada pelas dicas!!
    Comprei uma cera de coco, palma e arroz. Gostaria de saber se posso adicionar óleos essenciais para confeccionar minhas velas ao invés das essências prontas. E se sim, se você tem uma dica sobre a quantidade de óleo essencial que seria ideal.

    Obrigada
    Abraço

    1. Oi Isabela. Você pode sim adicionar óleos essenciais, mas eu não vejo muito sentido, já que eles são bem mais caros que as essências, tem a fixação bem parecida e além disso eles perdem suas funções terapêuticas se adicionados com a cera muito quente. E algumas fragrâncias são bem mais fracas. Talvez você tenha que usar 80 ou 60ml de óleo essencial para cada 500g de cera. Já das essências de 20 á 40ml.

      :)

      1. Boa noite, estou amando o seu site!
        Lendo os comentários tive uma dúvida, eu gostaria de fazer uma vela natural e ecológica, e também pensei em usar os óleos essenciais por isso, no caso das essências elas manteriam o produto natural e ecofriendly? existem essências naturais? pode indicar?
        Desde já, muito obrigada!

        1. Oi Bárbara, obrigada pelo elogio :)

          Alguns óleos essenciais são bem mais fracos no perfume do que as essências, já outros, são bem mais intensos, mas todos eles perdem sua função terapêutica se adicionados na cera muito quente, ou se aquecidos acima dos 55°C. Além de serem muito caros. Então eu não vejo sentido em usá-los na confecção de velas com ponto de fusão alto, principalmente se a vela for de parafina. Mas se mesmo assim, você desejar usá-los, a proporção deve ser o dobro da de essência, porém, como eles são oleosos, você tem que lembrar de mudar a proporção de óleo/gordura caso use alguma na confecção das suas velas.

          Se você usar uma essência de base vegetal e orgânica (exemplo do alecrim), então ela irá ser com toda a certeza eco friendly, mas se você usar essência com base animal, (caso das que contém âmbar cinzento), ou com extração de origem duvidosa ou de trabalho escravo, (caso de algumas das que levam baunilha natural), logo, essas não serão eco friendly. Mas só dará para saber analisando essência por essência. Eu sugiro que você pesquise uma á uma das essências que gosta e que deseja usar, e pergunte diretamente para o seu fornecedor sobre o laudo e procedência do produto. Infelizmente eu não poderia indicar nenhuma com total segurança. Mas procure por marcas renomadas.

  9. Oii, tudo bem?
    Posso usar óleos essências? Se sim, qual seria a proporção?
    Estou amando teu conteúdo!

    1. Oi Gabriela, obrigada.

      Alguns óleos essenciais são bem mais fracos no perfume do que as essências, já outros, são bem mais intensos, mas todos eles perdem sua função terapêutica se adicionados na cera muito quente, ou se aquecidos acima dos 55°C. Além de serem muito caros. Então eu não vejo sentido em usá-los na confecção de velas com ponto de fusão alto, principalmente se a vela for de parafina. Mas se mesmo assim, você desejar usá-los, a proporção deve ser o dobro da de essência, porém, como eles são oleosos, você tem que lembrar de mudar a proporção de óleo/gordura caso use alguma na confecção das suas velas.

      De 80ml á 140ml para cada kg de cera.

  10. Obrigada por suas dicas! Estou testando várias formas de fazer velas aromáticas, usando cera de palma, cera de coco e gordura vegetal em variadas proporções. Não estou sentindo muito o cheiro da essência quando a vela fica acesa por algumas horas ( usei 10% de baunilha); só no início da queima (+- 1 h). Será a qualidade da essência que não é boa ou você acha que tem outro motivo? Eu tenho uns quadradinhos de ceras que comprei há 4 anos e o cheiro continua bem forte. Gostaria de confecionar também esses quadradinhos, que são utilizados em queimadores e exalam um ótimo perfume quando aquecidos.

    1. Oi Emanuella, fico feliz que goste das dicas :)

      Quanto mais oleosa for sua vela, mais ela irá exalar a essência. É importante também, que você só adicione a essência na cera morna, se adicionar com ela muito quente, parte dela irá evaporar.
      As essências de baunilha costumam ser mais fracas, tente usar um pouco mais.
      Pelo o que você comentou, ela só fica forte no início da queima da vela. Mas em todos os inícios? Ex.: quando você apaga a vela e acende só no dia seguinte, o cheiro volta a ficar forte?

      1. Muito obrigada por sua atenção Carla! Eu deixei as velas acesas por várias horas e, quando as apaguei, elas ficaram com uma “piscina” e feias . No outro dia, quando as acendi, o aroma não era tão intenso. Eu tô fazendo várias receitas com proporções diferentes mas, até agora não acertei. E, ao invés de usar a gordura vegetal, vou usar óleo de coco, acho que fica melhor

        1. Oi Emanuella,

          Essa “piscina” ficou completamente líquida? Isso é normal e acontece assim mesmo. Significa uma queima uniforme.
          Provavelmente no primeiro dia da vela acesa, a maior parte do cheiro da essência deve ter evaporado conforme a vela queimou, aí o que sobrou de cera derretida, provavelmente ficou com baixo teor de essência. Acredito que a parte da sua vela que não tenha derretido no primeiro dia, (a parte que ficou sólida), provavelmente a essência dessa parte deve estar forte ainda.
          Não tem muito o que fazer neste caso, afinal, não é uma coisa que de para “corrigir”. O que eu posso te indicar, é trocar a essência, use uma outra marca e veja se ela tem uma evaporação mais lenta durante a queima da vela.

          Não esquece que você precisa deixar sua vela curar antes de acender. Aqui tem umas dicas: https://umdocedia.com.br/dicas-e-respostas-sobre-velas-ceras-de-soja-coco-abelha-e-mais/

          A gordura vegetal que você usou é aquela culinária? Eu realmente não gosto dela…rs. Acho óleo de coco bem melhor. Até azeite é melhor.

          1. Mais uma vez muito obrigada por sua atenção Carla! Sim, a piscina ficou bem líquida. A vela ficou muito gordurosa e com um aspecto feio rsrsrs. Acho que não esperei o tempo de cura da vela. Eu usei a gordura hidrogenada , agora só vou usar óleo de coco.

  11. Oi Carla,

    Muito obrigada pelas dicas! Parabéns pelo trabalho!
    Lendo os comentários acima me surgiu uma dúvida, o óleo essencial de damasco potencializa o cheiro dos outros óleos essenciais, assim como potencializa o cheiro das essências.
    Obrigada!

    1. Oi Silvana, o óleo potencializa qualquer “cheiro”, seja ele óleo essencial ou essência. Basicamente, todo óleo tem esse “poder” de potencializar, acontece que alguns são melhores fixadores do que outros. Mas se você usar um óleo com cheiro muito forte, ele irá mascarar o cheiro da essência, seja ela óleo essencial ou não.
      O que o óleo faz na cera é “baixar” seu ponto de fusão, torná-la emoliente e exalar mais o cheiro na vela, porém tudo isso vem com uma possível desvantagem. Alguns óleos contém hidrocarbonetos super inflamáveis, assim o pavio irá queimar bem mais rápido, e o desempenho da vela será menor.

  12. Oi Carla,

    Olá Carla
    Muito obrigada pelas dicas! Parabéns pelo trabalho!
    Lendo os comentários acima me surgiu uma dúvida, o óleo essencial de damasco potencializa o cheiro dos outros óleos essenciais, assim como potencializa o cheiro das essências.
    Obrigada!

  13. Carla boa tarde, obrigada por seu post, tirou muitas dúvidas. Gostaria de saber se podemos substituir a cera vegetal por Estearina Vegetal e oleos e manteigas vegetais. PAra uso como velas de massagem. Quanto ao pavio usaremos de madeira e parece que demora para se manter aceso, vc conhece? grata por sua atenção.

    1. Oi Cibele, fico feliz em ter te ajudado :)

      Não sei se entendi bem sua pergunta. Você quer substituir a cera vegetal por estearina vegetal? Não sei se dará muito certo, pois a estearina deve ser usada como aditivo, juntamente com a cera, para “melhorar” a aparência da vela. Ela tem a função de deixar a vela com mais brilho e de fácil desmolde, (fazendo com que a vela se contraía ao solidificar).
      Fazer uma vela somente com estearina não iria ter um resultado satisfatório e seria um produto muito caro.

      Você pode fazer velas de massagem com a cera de arroz, ela é muito boa para isso, porém seu ponto de fusão é extremamente alto, por isso ela deve ser muito bem misturada à outros óleos e nunca usada pura.

      Eu já vi sim este pavio de madeira. Acho lindo, mas não é muito eficiente. Ele precisa estar embebida em óleo para pegar fogo com mais facilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: