Vela de cera de carnaúba

Pouco falada, mas muita mais usada em grande escala nas super industrias para produção de acabamentos de madeiras, pisos, automóveis, móveis, cosméticos e até em alimentos. A cera de carnaúba é natural, mais barata e um excelente substituto às velas de cera de abelha.

Ela é muito dura e tem um ponto de fusão à 78 graus Celsius, (muito maior que as ceras mais comuns, que não passam de 57 graus). O ponto de fusão designa a temperatura a qual uma substância passa do estado sólido ao estado líquido, ou seja, usar só um pouquinho dela na confecção de velas com cera de coco ou palma tem quase o mesmo efeito que misturar parafina nas ceras vegetais. Dando mais firmeza e consistência à vela. Isso determina não só a qualidade como também sua duração.

Por outro lado, a cera de carnaúba é bem amarelada, chegando até a ser marrom escuro ou esverdeada e possui um cheiro característico, que pode atrapalhar na confecção de velas perfumadas.


Vantagens

Extremamente dura,
Ponto de fusão alto,
Não poluente e não bioacumulativo,
100% vegetal,
Preço mediano, (~R$60,00 por Kg).

Desvantagens

Cor amarelada ou até marrom,
Odor característico,
Se usar em excesso, pode trazer rachaduras na vela pronta,
Se durante o derretimento, ela queimar, ficará com a coloração alterada.

Ps.: Se você tem uma ou mais questões sobre velas, ceras ecológicas e essências, por favor, leia este post.


Materiais:

– 1/3 de cera de carnaúba tipo 1 ou 3, aqui e aqui, (quanto menor o número, mais refinado foi o processo de extração, mais clara será a cor e menos cheiro terá),
– 1/3 de cera de coco T2, aqui, (pode substituir por cera de palma),
– 1/3 de óleo de coco,
– Essência de base oleosa para velas, (opcional), aqui,
– Panela e bowl para banho-Maria,
– Pavio,
– Latas ou potes de vidro, (quanto mais largo o pote, mais pavios deverão ser usados juntos),
– Tesoura, fita adesiva e qualquer vareta/cabo de madeira.

Obs.: Note que usar essência com a cera de carnaúba não anulará seu odor característico, apenas disfarçará.

Instruções:

– Prenda os pavios na lata usando a ajuda de fita adesiva e varetas,


– Em seguida, coloque a cera de carnaúba na panela e leve ao fogo baixíssimo até derreter completamente, (após derreter, cuidado para não queimar, pois essa cera queimada muda sua coloração), (se quiser mais controle na temperatura, use o método de banho-Maria),
– Após a cera estar completamente derretida, retire-a do fogo, acrescente a cera de coco e o óleo de coco,
– Misture até ficar completamente incorporado,
– Quando não estiver mais tão quente, quase para morna, adicione a essência, misture e despeje na lata,
– Deixe esfriar e solidificar completamente antes de usar.

Fotografia: Scratch Mommy

7 thoughts on “Vela de cera de carnaúba

  1. Adorei as dicas!!!! Já estou procurando alguma cera orgânica para comprar e fazer. Achei um ótimo presente para se feito e aproveitado.

  2. Olá!
    Se eu usar uma mistura de alguma cera vegetal com cera de carnaúba eu consigo usar para desmolde? Estava pensando em começar um negócio de velas decorativas usando moldes de silicone, mas ouvi dizer que se usar a cera vegetal não pode usar para desmolde, estou tentando achar uma alternativa 100% vegetal que seja possível usar moldes.

    1. Oi Natasha,

      Pode usar sim, a cera de carnauba é bem dura e possibilita o desmolde. Mas cuidado, ela pode rachar com facilidade. Inclusive misturada à outras ceras.

      Vale você ir fazendo testes de proporções, até atingir uma que fique satisfatória.

    1. Se o diâmetro da vela for muito grande, precisa colocar mais do que um pavio. Pois cada pavio de 3mm só produz calor suficiente para queimar no máximo 3cm de cera de carnaúba ao redor dele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: